RN Governo - Agosto

Bolsonaro volta a afirmar que haverá contagem de votos após eleição

O presidente Jair Bolsonaro (PL) fez discurso inflamado em Parnamirim, na manhã desta quarta-feira (30), onde participa de inauguração da Estação Cajupiranga, que marca a conclusão do Trecho I da construção da Linha Branca da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) na Região Metropolitana de Natal. No discurso, Bolsonaro voltou a defender as armas e garantiu que os votos no Brasil “serão contados”.


Defensor do que chama de “voto auditável”, Bolsonaro falou aos apoiadores sobre o que entende ser direitos da população. Segundo ele, a decisão sobre a forma como os votos da eleição serão contados não pode ser definida por “dois ou três”.


“Podem ter certeza que por ocasião das eleições, os votos serão contados no Brasil. Não serão dois ou três que decisão como serão contados esses votos. Nós defendemos a democracia, a liberdade e tudo nós faremos, até com o sacrifício da própria vida, para que esses direitos sejam relevantes e cumpridos em nosso país”, disse Bolsonaro, que também defendeu o direito da população se armar. “Povo armado jamais será escravizado”.

Ainda no discurso, Bolsonaro voltou a garantir que tem foco no Nordeste e disse que a região não pode ser preterida na gestão do país. “Essa minha passagem pelo Nordeste, mais uma vez, me traz alegria no coração. Parte dessa região é tida como subordinada a uma ideologia e isso não é verdade. Vocês, cada vez mais, conquistam a liberdade de vocês. O Nordeste é uma região igual às quatro outras de nosso país”, falou o presidente em seu discurso.

anuncie

Reges - Sites para prefeituras