Erros grotescos apontam manipulação de pesquisa eleitoral

A pesquisa sobre a campanha política eleitoral de Assú, publicada nesta segunda-feira, na Tribuna do Norte traz somas erradas, números estranhos, e situações controversas que, somadas às denuncias de irregularidades na coleta de dados mostram manipulação do resultado divulgado.

Desde a divulgação do registro da pesquisa, diversos populares tem denunciado tentativas de manipulação dos dados através dos pesquisadores como também a coleta de dados fora do prazo informado ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN).

Com a divulgação dos números, outros erros vieram à tona, o mais grave é a soma da rejeição que, ao invés dos 100%, chega somente a 71,6% escancarando a situação de manipulação da pesquisa.

Outros fatos causaram estranheza aos especialistas que foram consultados, entre eles, a falta do nome da empresa pesquisadora nas matérias que divulgaram os resultados, e a diferença entre a aprovação da gestão (47,8%) e a intenção de votos do atual gestor (35,80%).

Somando todos os fatos apurados ao fato da empresa escolhida para a divulgação dos dados ter como sócio um político ligado ao grupo de oposição, faz com que a credibilidade da pesquisa, no mínimo, seja questionável e a manipulação dos dados fique evidente.

anuncie

Reges - Sites para prefeituras