sao joao assu

Eventos trarão 100 mil pessoas ao estado em 2022

O turismo de negócios vislumbra cenários otimistas no Rio Grande do Norte em 2022. E um termômetro disso está nos números da Secretaria de Estado do Turismo (Setur-RN) e do Natal Convention Bureau (NCB). De acordo com os dados da Setur, cerca de 100 mil pessoas devem passar pelo Centro de Convenções de Natal (CCN) neste ano, para participar de feiras de negócios, congressos e fóruns de debate. O NCB, por sua vez, espera captar 42 eventos de médio e grande porte – um aumento de 20% em comparação a 2019, antes da pandemia. A perspectiva é de gerar 525 mil hospedagens e um incremento de R$ 390 milhões a economia do estado.

O Centro de Convenções é o principal palco de eventos corporativos do RN. Por isso, os números sobre ele são tão importantes para que se compreenda a consolidação da retomada no setor. E eles indicam para um movimento de bons negócios. Segundo a Setur-RN, dos 35 eventos agendados entre março e dezembro no Centro de Convenções, 29 deles têm como foco o mundo corporativo. O turismo de negócios corresponde, portanto, a 82,8% do total de eventos previstos para o ano.

Em relação à projeção de público, a estimativa da pasta é de que os eventos levem ao Centro de Convenções aproximadamente 90% do fluxo de pessoas que devem visitar o espaço em 2022. Os cerca de 100 mil visitantes esperados superam em quase 10 vezes o público estimado para os eventos sociais no mesmo período. Para tal tipo de evento, o CCN deve receber cerca de 10.500 participantes este ano. O Centro de Convenções de Natal tem capacidade para receber, simultaneamente, até 16 mil pessoas.

O Natal Convention Bureau, responsável pela captação de eventos para o CCN, também apresenta índices positivos em relação aos eventos corporativos no estado. Para se ter uma ideia, no primeiro trimestre deste ano, o NCB chegou a marca de 96 eventos registrados, entre captados, em captação e prospecção (quando a cidade está candidata ao evento). Desse total, o Natal Convention espera captar 42 eventos de médio e grande porte. 

O diretor executivo do NCB, Leandro Di Martins, comemora o número. “Fomos os primeiros a parar com a chegada da pandemia e os últimos a retornar, mas hoje há um bom consumo no mercado. Às vezes, falta como atender tanta demanda. As expectativas são excelentes. O turista de eventos é de uma importância imensa para a nossa cadeia produtiva, com um gasto médio diário de R$ 743,84. O consumo, nesse caso, é 376% maior do que o tíquete do turista de lazer”, frisa Di Martins. 

A Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) traçou um perfil sobre o viajante corporativo que desembarca no RN por via área. Trata-se de um turista que costuma permanecer, em média, seis noites no estado; 33% deles viajam acompanhados; 90% compram passagem por canais indiretos (gestores de viagem da empresa, agências de viagem); a compra dessas passagem, aliás, acontece, geralmente, com 54 dias de antecedência.

A diretora de Operações do Centro de Convenções, Ângela Braga, afirmou que o equipamento trabalha em ação conjunta com a Setur e a Emprotur, para fortalecer o destino em feiras e eventos voltados para o turismo do segmento MICE (Meetings, Incentives, Congress & Exhibition).

“Essa ações ocorrem de forma planejada e permanente, o que tem se intensificado neste período de retomada. Acabamos de realizar um evento em São Paulo-SP,  onde apresentamos o Rio Grande do Norte e o Centro de Convenções para um grupo seleto de players do mundo corporativo, destacando os diferenciais da nossa estrutura, como a proximidade com o mar e rede hoteleira, além do tamanho de todo o equipamento, que conta com 21 mil m²”, destacou Ângela Braga.

Números

525 mil quantidade de diárias de hospedagem que serão geradas com eventos planejados para este ano

16 mil capacidade máxima simultânea do Centro de Convenções 

10,5 mil número estimado de pessoas que devem participar de eventos sociais no Centro de Convenções ao longo de 2022

anuncie

design grafico