Fátima exonera secretários que irão disputar as eleições este ano

A governadora Fátima Bezerra (PT) substituiu funcionários do primeiro escalão da secretaria estadual em resposta a pedidos de demissão de auxiliares que querem concorrer às eleições de outubro. As mudanças não são surpreendentes, como a escolha de Silvio Torquato Fernandes como deputado de Desenvolvimento Econômico, em substituição a Jaime Calado dos Santos, que lidera o Executivo Estadual do PROS e deve concorrer a deputado federal.

Ministros, governadores, prefeitos e secretários de governo tiveram até sábado para deixar seus cargos atuais (2º). Eles são obrigados a renunciar a seus empregos seis meses antes da eleição por lei eleitoral.

Fernando Mineiro, ex-secretário estadual de Metas de Governo e Gestão de Projetos, concorrerá a uma vaga na Câmara dos Deputados, entre as mudanças. Gustavo Rosado Coelho, secretário estadual de Infraestrutura, ocupa atualmente o cargo.

“Quero recuperar o mandato que o povo potiguar me deu em 2017 com 98.075 votos, mas que foi tirado por liminares políticos e dispositivos judiciais que ofendiam a soberania da escolha popular e a integridade do processo eleitoral”, afirmou Mineiro.

Após a destituição da titular Jlia Arruda Câmara, que concorrerá a uma vaga na Assembleia Legislativa pelo PC do B, a pasta da Mulher, Juventude, Igualdade Racial e Direitos Humanos tem uma nova chefe, Maria Luiza Tonelli, que foi adjunto da Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e Ação Social (Sethas).

Pedro Lopes Neto, o antigo Controlador Geral do Estado, também deixou a administração para concorrer às eleições estaduais para o PT, e foi sucedido por Carlos José Cerveira, que desempenhou o papel de Auditor Geral do Controlo.

Llian Rodrigues assumirá como substituto de Gilton Sampaio de Souza na Fundação de Apoio à Investigação do Rio Grande do Norte (Fapern). O Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Rendimento de Samanda Alves também foi autorizado.

Márcia Maia, ex-deputada estadual, também renunciou à presidência da Agência de Desenvolvimento do Rio Grande do Norte (AGN) para concorrer a um lugar de deputada federal republicana, anteriormente ocupado pela sua mãe, a falecida ex-governadora Wilma de Faria, como congressista de 1987 a 1988, quando foi eleita prefeita de Natal pela primeira vez.

O secretariado da Câmara Municipal de Natal é igualmente afectado pelas mudanças. Adjuto Neto demitiu-se da Secretaria de Assistência Social e planeia candidatar-se a deputado estadual, cargo para o qual concorreu anteriormente nos anos 90. Ana Valda de Vasconcelos Galvão é a sua substituta dos Semtas.

Sheila Freitas, delegada aposentada, também se demitiu do seu cargo de Secretária Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes), a fim de concorrer à Assembleia Legislativa. Para tomar o seu cargo, Ney Carvalho de Melo foi nomeada.

Finalmente, Yara dos Santos Costa demitiu-se para concorrer a deputada estadual, deixando Pedro Venâncio do Nascimento a cargo da Igualdade Racial e Direitos Humanos.

anuncie

ar