PMA Outubro Rosa

Governadora lança projeto de R$ 26 milhões para interiorizar o gás natural no Oeste

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, através da Companhia Potiguar de Gás (Potigás), realizou no início da noite desta quinta-feira, 28, o lançamento do Polo Gás Sal, gasoduto que irá beneficiar a região salineira potiguar, com um investimento de R$ 26 milhões.

 

O  gasoduto irá partir do município de Mossoró e, ao longo da BR-110, chegará até o município de Areia Branca, em um total de 46 quilômetros, beneficiando ainda comunidades localizadas nesse percurso. As obras devem começar no próximo ano e serão realizadas em três fases. A rede atenderá indústrias, principalmente a salineira, postos de combustíveis, comércios e residências.

 

Para a governadora Fátima Bezerra, que cumpre agenda em Mossoró, esse investimento irá fomentar a indústria salineira que precisa do gás em sua produção. “Através dessa obra, estamos desenvolvendo a cadeia do sal, que é tão importante para o nosso estado porque somos o maior produto do Brasil. E assim, estamos atraindo mais investimentos para gerar emprego e renda para o povo potiguar”, declarou.

 

A diretora-presidente da Potigás, Marina Melo, também destacou a realização dessa obra estruturante. “Este é o maior investimento que a Potigás faz na região Oeste potiguar. Nos últimos três anos, a Potigás investiu R$ 24,6 milhões. Nós vamos dobrar esse investimento nos próximos três anos, chegando a R$ 50 milhões. Esse é o papel da Potigás, de indutora do desenvolvimento econômico do estado”, afirmou.

 

O presidente do Sindicato das Indústrias de Extração de Sal, Airton Torres, explicou que o gás natural irá ajudar a tornar o sal potiguar mais competitivo. “No momento em que temos perdido mercado para o sal importado, a utilização do gás natural irá favorecer essa retomada. É muito importante essa parceria do Governo com a indústria”, destacou.

 

O secretário de estado do Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado, lembrou que o esforço do Governo com relação ao gás natural para as indústrias não se limita ao Polo Gás Sal. “Quando assumimos, declaramos guerra ao preço do gás e hoje contamos com uma das moléculas mais baratas do país. Ainda contamos com o programa RN+ Gás com uma redução do ICMS para 12% para as indústrias que utilizam o gás natural”, destacou.

 

O diretor-técnico e comercial da Potigás, Dennis Falcon, apresentou detalhes técnicos do projeto como a capacidade do gasoduto que possibilitará a distribuição de até 40 metros cúbicos diários de gás natural canalizado para a região.

 

Também participaram da solenidade: a diretora administrativa e financeira da Potigás, Taciana Amaral; o secretário adjunto do Gabinete Civil, Ivanilson Maia; o presidente da Redepetro/RN, Gutemberg Dias; deputada estadual Isolda Dantas; vereadora Carmem Júlia; secretário municipal de Urbanismo de Mossoró, Miguel Rogério.

 

Fonte: Assecom/RN

anuncie

Reges - Sites para prefeituras