sao joao assu

Governo Federal entrega trecho da duplicação da Reta Tabajara

O Ministério da Infraestrutura entregou nesta sexta-feira (29) mais uma etapa da duplicação da rodovia BR-304 no Rio Grande do Norte. O trecho duplicado, de 4,6 quilômetros de extensão, contempla a chamada “Reta Tabajara”, em Macaíba, na Região Metropolitana de Natal, e vai facilitar o acesso ao Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante.

A expectativa do Ministério da Infraestrutura é de que a duplicação total da Reta Tabajara, com um total de 16,2 quilômetros, seja concluída até o segundo semestre deste ano. Com o término das obras, as novas pistas vão seguir até o entroncamento com a rodovia federal BR-226. Os serviços da duplicação também incluem a construção de passarelas e a implantação de 19 quilômetros de vias marginais.

“Essa obra representa mais segurança e comodidade aos usuários. É o esforço de toda a comunidade; de brasileiros e para brasileiros, todos empenhados em entregar um bem coletivo e prover infraestrutura de qualidade para trazer prosperidade a essa região”, destacou o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, durante a solenidade de entrega do primeiro trecho duplicado da Reta Tabajara. 

As obras da Reta Tabajara são aguardadas desde 2014, uma vez que a rodovia é considerada uma das mais importantes para escoamento da produção do Rio Grande do Norte. O fluxo diário na Reta Tabajara é de 13 mil veículos. O conjunto total de obras, segundo o Ministério da Infraestrutura, soma R$ 421,4 milhões.

A obra vai beneficiar diretamente 1,5 milhão de habitantes dos municípios de Natal, Macaíba, Parnamirim e São Gonçalo do Amarante. A duplicação da Reta Tabajara vai diminuir o número de acidentes na rodovia federal ao facilitar o fluxo de50 mil veículos que trafegam todos os dias pelo local.

A BR-304 é uma Rodovia Federal Diagonal, com 418 km de extensão, iniciando na cidade de Natal e seguindo até a divisa com o Estado do Ceará, conectando-se, naquele Estado, à rodovia BR-116, via de acesso à cidade de Fortaleza. A rodovia é de extrema importância para o desenvolvimento econômico e turístico do Estado do Rio Grande do Norte, além de ser a principal ligação com cidades do interior do Estado, a exemplo de Mossoró.

O segmento entre os quilômetros 281,0 e 308,0, conhecido como Reta Tabajara, constitui uma das principais obras de mobilidade urbana da Grande Natal. A duplicação vai proporcionar maior segurança e facilidades da trafegabilidade, na medida em que permitirá o deslocamento em duas faixas, evitando a necessidade de ultrapassagens pela contramão. 

Privatização

Em novembro passado, o Ministério da Infraestrutura informou à TRIBUNA DO NORTE que tem estudos para privatizar o trecho de 17quilômetros da Reta Tabajara.

De acordo com o ministério, um lote de 732 km das rodoviasBR-304/BR-116/BR-101 está em estudos para concessão. O trecho da BR-304 seria justamente o da Reta Tabajara, que vai da divisa do Ceará com o Rio Grande do Norte até Natal. O da BR-116 vai do entroncamento com a BR-304 até Fortaleza e o da BR-101 vai de Natal a João Pessoa.

anuncie

Reges - Sites para prefeituras