RN Governo - Agosto

Paulinho Freire vai priorizar o PL na indicação do vice

Em abril os cinco partidos que, inicialmente, estão apoiando a pré-candidatura do deputado federal Paulinho Freire (União Brasil) a prefeito de Natal, deverão começar as conversas sobre a indicação de um pré-candidato a vice-prefeito.

“O PL por ser o maior partido, tem toral prioridade de fazer a indicação, mas o nome vai ser discutido, quem realmente pode ajudar caso seja candidato depois das convenções partidárias e ganhe a eleição, qual daqueles soma mais para colocar na nossa chapa”, disse o deputado Paulinho Freire, a respeito do companheiro de campanha às eleições de 6 de outubro, que pode sair também do Podemos, Progressistas e PSDB.

Embora outros partidos possam lançar outros eventuais candidatos a prefeito, Paulinho Freire admitiu no “Jornal da Manhã” da rádio Jovem Pan News Natal, a sua disputa é contra as duas pré-candidaturas que “são de esquerda [Carlos Eduardo e Natália Bonavides]. Nós representamos hoje o centro-direita. Então, nós vamos defender nossas bandeiras, nossas pautas, para que possamos ter competitividade nessa luta”.

Paulinho Freire também disse que as obras em andamento serão continuadas, caso venha a ser eleito prefeito de Natal: “Temos de dar continuidade aquilo que tiver inacabado, porque a cidade não pode ser penalizada”.

Segundo o deputado, o que prejudica muito as administrações “é exatamente isso, é não dar continuidade ao que é bom e aquilo que está acontecendo, às vezes por birra politica, nós temos um pensamento totalmente diferente, vamos dar continuidade aquilo que é bom, e aquilo que achar que precisa mudar, vamos mudar, principalmente na questão das obras estruturantes, que a cidade não pode perder recursos por conta de birra politica”, insistiu.

Freire lançou a sua pré-candidatura dia 23, mas passados oito dias, disse estar “até surpreso com algumas manifestações que temos recebidos”. O deputado disse que passou muito tempo para tomar essa decisão, “até porque era uma decisão que envolvia muita coisa, desde a formalização de alianças partidárias à preparação para poder lançar uma pré-candidatura, mas de uma semana pra temos recebidos apoios de segmentos que estavam órfãos de ter um pré-candidato e estamos ocupando esses espaços que estavam abertos”.

“Nesse tempo todo fomos construindo uma aliança, em março começamos fazer reuniões com os vereadores nas bases, mas o prefeito Álvaro Dias (Republicanos) pediu para suspender pra não atrapalhar a sua administração”, continuou o deputado, para explicar que atendeu o pedido do prefeito “com o intuito que até novembro o prefeito iria se decidir sobre qual pré-candidato iria votar”.

Depois, na sequencia, Freire falou sobre o encontro em Brasília no fim de outubro de 2022, que selou a aliança com o PL, PP, PSDB e Podemos, que tinham outras pré-candidaturas postas dentro dessa aliança. “O meu nome foi escolhido por conta, não só de pesquisas, porque pesquisas vamos ter a partir de agora, mas por conta de agregar muita gente à nossa pré-candidatura, de trazer esses partidos e colocamos janeiro como ponto inicial para lançamos nossa pré-candidatura”, arguiu.

Paulinho Freire também declarou que “divergências existem em todos os partidos, isso é normal, não existiu ainda nenhuma candidatura com aliança ampla dessa, que não houvesse alguma discordância”. Mas aos poucos, segundo o deputado, essas divergências estão sendo dirimidas, “mostrando que queremos é combater, primeiro, que o PT chegue à prefeitura e depois uma aliança para 2026, pra que a gente tente também conquistar o governo do Estado”.

Paulinho Freire citou, por exemplo, a conversa tida com o deputado federal General Girão (PL), que ainda se coloca como pré-candidato a prefeito em Natal: “Chegamos a uma conclusão, que vamos estar juntos, ele tem direito de querer ser candidato, é legitimo, grande liderança da direita em Natal, isso é inquestionável, mas no primeiro turno vamos caminhar juntos”.

Freire disse que “Girão e eu sempre nos demos muito bem. Temos objetivos convergentes e sobretudo, um amor por Natal. Nossa conversa foi boa e certamente estaremos juntos ainda no primeiro° turno”.

Com relação ao apoio prefeito Álvaro Dias, o deputado acha que a essa altura venha a ocorrer: “Não acho fácil, não por conta de mim, porque o prefeito já lançou uma pré-candidata, que é um direito dele, ate porque quer uma pessoa que ele confie”.

Freire disse, ainda, que está aberto a conversas, mas até hoje não entendo esse afastamento do prefeito, “porque a vida todo apoiei Álvaro, deputado estadual e pra federal fizemos ‘dobradinha’, eu fui pra deputado estadual e ele para deputado federal em Natal, apoiei pra prefeito, como presidente da Câmara Municipal tudo que foi pedido nós fizemos, como a aprovação do Plano Diretor de Natal que muita gente nem acreditava”.

“Se ele vier, ótimo. Mas se ele não vier também, nós temos que ir às ruas e mostrar os nossos projetos, o que é que a gente pensa para Natal. Eu faço política em grupo, na minha história toda. Sozinho eu não vou para canto nenhum. Então, eu aprendi que política tem que se agrupar, tem que ter parceiros, tem que ter pessoas que possam ajudar. A administração vai ser feita por esses cinco ou mais partidos que vierem participar da nossa frente, da nossa coligação”, declarou Paulinho Freire, na respeito do apoio do prefeito a pré-candidatura da secretária municipal de Planejamento, Joanna Guerra.

anuncie

Reges - Sites para prefeituras