Pesquisa TCM é questionada judicialmente

Depois de ter diversas inconsistências divulgadas pelo Portal Notícias do Vale, a Pesquisa de intenção de votos, realizada pela empresa TS2 Soluções, e divulgada pelo Grupo TCM está sendo questionada judicialmente pela coligação A UNIÃO QUE O POVO QUER, sobre a metodologia e entrevistas utilizadas para compor o resultado apresentado ao público.

Entre os dados que causaram estranheza, estão: a solicitação do instituto pra modificar o número de entrevistados e um suposto contrato anterior firmado entre a TS2 e a ACEVALE, instituição ligada a Eurimar Nobrega Leite, candidato a vice-prefeito na chapa de Ivan Junior.

Nota da Coligação:

COLIGAÇÃO ‘A UNIÃO QUE O POVO QUER’ NOTA A Coligação A UNIÃO QUE O POVO QUER vem a público anunciar a adoção de medidas judiciais para ter acesso aos dados, metodologia e entrevistas utilizados pela pesquisa do instituto TS2 publicada pela TCM na data de ontem em Assu com base nas seguintes evidências:

1. Conforme consta no sistema do TSE, o instituto TS2 alterou o registro da pesquisa para mudar o seu plano amostral e para alterar o número de entrevistas. Indagamos o porque dessa alteração. A população precisa saber o que foi alterado;

2. Há informações correntes de que, apesar da propalada exclusividade com o sistema TCM, o mesmo instituto teria realizado pesquisa em Assu, há poucos dias da publicada ontem, e que teria sido contratada por empresários do setor ceramista grupo do qual faz parte o candidato a vice-prefeito da chapa opositora. Primeiro, indagamos se essa informação é verdadeira. A população de Assu precisa saber se o TS2 foi realmente pago por ceramistas para realizar pesquisa em nossa cidade poucos dias antes da pesquisa oficial da TCM. É imperioso saber quem contratou, quem pagou, por que houve a quebra da exclusividade da TCM e qual foi o resultado da referida pesquisa.

Estamos propondo medidas judiciais para que cheguemos à verdade dos fatos e para evitar que jogo de pesquisa seja utilizado na reta final da campanha para confundir o eleitor vez que TODAS as pesquisas registradas e publicadas por veículos estaduais apresentaram resultados bem diferentes da pesquisa em questão.

Assú/RN, 11 de novembro de 2020.

anuncie

Reges - Sites para prefeituras