PSB tem contas desaprovadas pelo TSE

Por unanimidade de votos, o plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desaprovou a então prestação de contas do Partido Socialista Brasileiro (PSB) relativa à campanha eleitoral do ano de 2016. Com esta decisão, a legenda ficará sem receber recursos do Fundo Partidário por um mês e irá devolver R$ 20,5 mil ao Tesouro Nacional.

O valor é referente à soma de R$ 12,5 mil, que foram recebidos por origem não identificada  e de R$ 8 mil transferidos do Fundo Partidário a que o partido teve direito naquele ano para contas físicas dos candidatos.

A quantia deverá ser paga em valores devidamente atualizados e com recursos próprios da agremiação. Já a suspensão de uma cota do Fundo será feita em duas parcelas iguais, registra informação publicada pelo portal virtual do TSE na internet.

anuncie

design grafico