PMA Outubro Rosa

Setor hoteleiro espera ocupação acima dos 70% no carnaval no RN, diz ABIH

O setor hoteleiro do Rio Grande do Norte espera uma ocupação acima dos 70% no estado durante o carnaval. O dado está em um levantamento feito pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN) e divulgado nesta quarta-feira (23).

A expectativa é considerada boa pela associação e acontece apesar dos carnavais públicos mais tradicionais do estado terem sido cancelados por conta do aumento de casos de Covid e de Influenza no início de 2022 com a chegada da variante Ômicron.

Apesar da proibição das festas públicas, algumas cidades, como Natal, Parnamirim e Tibau do Sul autorizaram a realização de festas privadas e há shows e festejos programados.

O município de Caicó, que possui uma das principais festas do estado, proibiu também os eventos privados.

Principais ocupações

O relatório da ABIH aponta que o trecho da praia de Pipa e a própria Tibau do Sul, no litoral Sul potiguar, são os que devem ter o maior índice de ocupação, chegando a 77%.

Na praia de Pipa, inclusive, é onde ocorrerá uma das principais festas privadas do estado, que contará com shows de Bell Marques, Xand Avião e Pedro Sampaio.

O levantamento da ABIH-RN indica também que as perspectivas para Mossoró são de 55,7% e para São Miguel do Gostoso, 52%.

O levantamento indica que os demais destinos do estado também mostraram uma boa expectativa de ocupação.

“O Carnaval é um dos principais feriados do ano, e por isso registramos sempre uma boa ocupação, mesmo em meio a pandemia. Consideramos que podemos aumentar o fluxo de turistas, ao longo de outros feriados de 2022”, comentou o presidente da ABIH-RN, Abdon Gosson.

A pesquisa é realizada entre os associados da ABIH. Além do otimismo para o período de carnaval, há expectativa de crescimento de ocupação também nesses últimos dias que antecedem a folia a festa.

Visita ao estado pela primeira vez

Um levantamento divulgado recentemente pela Empresa Potiguar de Turismo (Emprotur) revelou que quase 70% dos turistas que chegaram ao RN de avião em 2021visitaram o estado pela primeira vez.

O dado foi comemorado pela ABIH. “É um dado extremamente positivo. Nosso destino foi um dos mais procurados em 2021, mas ainda não foi o mais vendido, porque infelizmente nossas passagens ainda são muito caras na comparação com os estados vizinhos. Não fosse isso, o número de visitantes seria muito maior”, falou Abdon Gosson.

“O destino está sendo bem divulgado e também temos um reflexo da pandemia, com o brasileiro mais dentro de casa, com mais dificuldade para viajar para o exterior. Quem vem gosta”.

anuncie

Reges - Sites para prefeituras